Dicas para diminuir o risco de doenças digestivas

  • – Procurar ter uma dieta adequada.
    – Faça suas refeições (café, almoço e jantar) nos horários corretos, em ambiente calmo, mastigando bem os alimentos e sem pressa.
    – Beba líquidos em abundância durante o dia.
    – Procure ingerir frutas, verduras e legumes durante as refeições, pois eles previnem o câncer do estômago e do cólon e ajudam na normalização do funcionamento do intestino.
    – Evite alimentos gordurosos ou com muito condimento (principalmente pimenta, alho, cebola, maionese, molho de tomate, picles, etc.).
    – Evite ingerir alimentos que você sabe que lhe fazem mal.
    – Evite comer muito em uma refeição. Procure dividir sua alimentação ao longo do dia, e coma o suficiente para passar a fome.
    – Evite ficar mais de 6 horas em jejum. Faça um lanche leve ou coma uma fruta, no intervalo das refeições.
    – O leite alivia a queimação de alguns pacientes, mas, por conter muito cálcio e proteínas que estimulam a secreção ácida do estômago, é recomendado apenas um copo, uma a duas vezes ao dia, preferencialmente no período diurno. Procure evitar aquele “leitinho antes de dormir”.
    – Evite ingerir alimentos ou líquidos muito quentes, pois eles provocam irritação no esôfago e estômago.
    – Um cafezinho depois do almoço e do jantar não causa problemas. O que não pode é ficar tomando cafezinho (mesmo descafeinado) o dia todo.
    – Evite deitar após as refeições. Aguarde de 90 a 120 minutos, após o final da refeição para deitar, principalmente se for uma refeição “pesada”.
    – Evite tomar medicamentos sem orientação médica
    – Certos medicamentos podem mascarar ou retardar o diagnóstico de doenças graves com o câncer.
    – Alguns medicamentos para dor, antigripais e outros a base de ácido acetilsalicílico, além dos antiinflamatórios, são algumas das principais causas de problema digestivo.
    – Evite ingerir refrigerantes ou outras bebidas gasosas em excesso. O gás distende a parede do estômago provocando aquela sensação de “estufamento” ao mesmo tempo em que estimula a secreção ácida.
    – Evite fumar. O cigarro está relacionado a problemas que podem acontecer com seu estômago, como por exemplo retardar a cicatrização da úlcera, além de provocar azia.
    – Bebidas alcoólicas devem ser tomadas com moderação e nunca em jejum.